CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Prólogo


A pequena criatura cintilava uma fraca luz em meio à escuridão da floresta, rodeando-me com expectativa em seus olhos. Olhei na direção oeste e notei que o sol estava prestes a se por. Sabia que não voltaria para casa a tempo, mas ainda sim minha curiosidade se sobrepôs a minha consciência do que deveria fazer.

Enquanto eu seguia a pequena criatura em meio à densa floresta, olhei para trás. “Devo estar longe de casa” – pensei. Continuei a segui-la por um estranho caminho coberto por galhos secos.

Tive a impressão de estar sendo observada. Olhei em volta para checar se estávamos sozinhas, mas as únicas criaturas presentes ali éramos nós e alguns animais nativos que por ali passavam. Podia ser a culpa que percorria meus pensamentos, mas continuava com aquela sensação de estar sendo observada.

A cada passo que dava me distanciava mais de casa. Já não sabia mais onde estávamos. De repente perdi a pequena criatura em meio à escuridão. Comecei a procurá-la, mas era inútil. Então tudo aconteceu.

Foi tudo muito rápido. Algo saltou do alto de uma das grandes arvores. Senti cada movimento, cada músculo de meu corpo sendo tomado por meu extinto de sobrevivência. Corri em disparada pela floresta na direção de casa, desviando-me das árvores que passavam por mim como borrões, enquanto a criatura me perseguia em meu encalço. Ela era ágil demais. Não vira muitos de sua espécie, apenas conhecia as histórias, mas aquela era muito rápida. Desconcentrei-me, por um segundo, olhando para trás, fazendo com que ao voltar os olhos para o caminho novamente, recebesse uma pancada tão forte a ponto de me jogar alguns metros para trás.A criatura parou a minha frente com sorriso cínico de perfeitos dentes nos lábios.

Observei com atenção cada detalhe de seu rosto. Seus olhos cintilavam em um vermelho carmim profundo, tinha longos e ondulados cabelos negros que iam até sua cintura e usava um elegante vestido preto com detalhes em vermelho que combinavam com o tom carmim de seus olhos. Era perfeita, a imagem de um anjo. Um anjo disfarçado. Curvei-me à sua frente. Não me renderia nem mostraria medo de perder minha vida. Lutaria mesmo sabendo que era inútil, sendo contra uma criatura mais avançada.

No momento em que avancei a sua frente ela apenas girou estendendo seu braço lançando-me a um grande troco a direita. A dor que se espalhou por meu corpo era profunda e aguda. Comecei a me levantar, mas ela já estava ao meu lado me olhando como se eu fosse uma formiga prestes a ser esmagada. Pensei então o que estaria fazendo agora se não tivesse desobedecido. Provavelmente estaria caçando algumas borboletas ou ouvindo as histórias dos anciãos.

Podia sentir a morte se aproximar de mim. O que Axel e meu pai fariam quando me achassem morta? Vingariam-se ou apenas aceitariam a idéia pelo fato de tê-los desobedecido? Fechei meus olhos pensando naqueles a quem amava enquanto sentia que o único elo que tinha com eles estava se perdendo. Minha vida.

Senti suas mãos que, apesar de delicadas, eram muito fortes agarrando-se aos meus ombros, segurando-os com força enquanto ela se aproximava e então ouvi um som, algo parecido com um rosnado abafado.

As mãos delas foram arrancadas, de meus ombros, bruscamente. Abri os olhos rapidamente por curiosidade e vi minha predadora estirada ao chão a alguns metros de mim.Teria sido meu irmão que saíra da floresta para me salvar? Procurei em volta, mas não o encontrei. Havia uma figura minúscula feminina, pouco a frente daquela que quase tirara minha vida, que estava de costas para mim. Seu pequenino rosto virou-se para mim, porém não pude ver suas feições por causa da escuridão da noite, a luminosidade da lua estava coberta pelas nuvens, mas pude ver o brilho de um sorriso que me pareceu sincero.

Não importava quem era ou o que era, mas tive a impressão de que daquele momento em diante, nossas vidas estariam ligadas. Eu devia minha vida a ela. Aquele anjo verdadeiro à minha frente salvara minha vida.

12 comentários:

# נєѕѕ # disse...

amo muito tudo isso!!!

∂éн disse...

Cara!! nem acredito que finalmente a gente consiguiu esse prólogo nee-chan!!
haushuahsuahsuahusa
amO demais tudo isso [tree imitona]

Micha Djeiny disse...

báááááhhhh respeiteiii!!!

quero mais! quero mais!!!!
cade o resto??? T.T

*ansiosa por mais*

Beijooo ;**

∂éн disse...

Selo novo pro blog lá no deep dark!!

∂éн disse...

2 selinhos pra nós

∂éн disse...

Mais 2 selinhos!! ^^

Aniinha ;D disse...

olha , que interessante UAHSUASH ;p
vai lah no meu e diz o que achou do post ?
beijo me escreve :*

kelly G disse...

Uau!!!!
Termina logo vai!
Nossa ansiosa por mais!!!!!!!

Bjos*-*

Corina de Oliveira disse...

O meu reino da noite gostaria de te oferecer um selinho para o teu blog! :)

Podes copiar o selo e ver as regras AQUI.

Beijinhos e tudo de bom *

3 Fases da Lua disse...

Parabens pelo blog
Espero voltar aqui outras vzs
Estou convidando vc a visitar o meu blog e se tornar um seguidor(a)
Já estou seguindo vc
http://3fasesdalua.bolgspot.com/
siga-me no Twitter que eu seguirei vc no seu twitter
@3fasesdalua

paposeriodemulher disse...

Estou convidando vc a visitar o meu blog e se tornar um seguidor (a)
Já estou seguindo vc
http://paposeriodemulher.blogspot.com/
siga-me no Twitter que eu seguirei vc no seu twitter
@paposeriodemulh

papo de esquinas disse...

Espero voltar aqui outras vzs
Estou convidando vc a visitar o meu blog e se tornar um seguidor (a)
Já estou seguindo vc
http://papodeesquinas.blogspot.com/